08/12/2007

21/09/2007

pictografia/ismo II


do Gr. phôs, photós, luz + graph, r. de graphein, desenhar

s. f., arte de fixar numa chapa sensível, por meio da luz, a imagem dos objectos;
fig., cópia fiel;
retrato.

06/05/2007

24/04/2007

photografia/ismo


do Gr. phôs, photós, luz + graph, r. de graphein, desenhar

s. f., arte de fixar numa chapa sensível, por meio da luz, a imagem dos objectos;
fig., cópia fiel;
retrato.

obrigado marta

27/03/2007

D. Quijote segundo Ana Sophia Pereira

ao amigo hugo milhanas machado


poema para d.quijote de la mancha de miguel de cervantes

morríamos nessa cidade e o nosso tempo era já
um outro tempo era forçosamente o desejar e o
indelével recordar de um outro tempo
triste e irremediavelmente aquém e além da nossa
presença no mundo.
fugíamos. pela noite pelos silêncios das casas
os homens e a cidade dormindo talvez para
jamais acordar – porque impossível era também a vigília
e o adormecer
e em cada palavra a invenção de um mar
e em cada novo mar um novo homem.

diziam-nos impraticável o nosso verbo
inverosímil a curva em nossas bocas

e acabámos morrendo com uma pérola no peito a fazer de azul.

in "quatro poemas em terceiras bemóis", POEMA EM FORMA DE NUVEM, 2005
Hugo Milhanas Machado

01/02/2007

E ao anoitecer


E ao anoitecer

e ao anoitecer adquires nome de ilha ou de vulcão
deixas viver sobre a pele uma criança de lume
e na fria lava da noite ensinas ao corpo
a paciência o amor o abandono das palavras
o silêncio

e a difícil arte da melancolia

16/01/2007

Queria Ser Marinheiro

queria ser marinheiro correr mundo
com as mãos abertas ao rumo das aves costeiras
a boca magoando-se na visão das viagens
levaria na bagagem a sonolenta canção dos ventos
e a infindável espera do país assustado pelas águas


al berto